Caro amigo e cara amiga,

Em homenagem aos 100 anos de Paulo Freire, o Coletivo Paulo Freire (SP), a Universidade Federal de Goiás (UFG) e o Instituto Edésio Passos (PR), promovem o Curso de Extensão “Paulo Freire, sempre presente!”.

Serão 5 encontros formativos fundamentados no pensamento do educador Paulo Freire, em que discutiremos o legado deixado por suas obras e repensaremos uma pedagogia crítico-esperançosa, bem como os desafios postos hoje à sociedade, especialmente aqueles ligados à educação inclusiva de pessoas de qualquer cenário, quer seja cultural, de gênero, etnia e classe social.

Metodologia: Contaremos com a mediação do educador Sócrates Magno Torres (Coletivo Paulo Freire) e com as presenças de Fabiane Oliveira (Instituto Edésio Passos e UFG), Meyri Venci Chieffi (Coletivo Paulo Freire) e demais convidados. Os encontros serão desenvolvidos na perspectiva democrática, dialógica, que pressupõe a participação ativa de todos os envolvidos. As aulas ocorrerão sempre às quartas-feiras, das 19h às 22h, de 10/11 a 08/12. O curso, em modalidade de extensão, configura 15 horas de seminários e 15 horas de atividades complementares, totalizando 30 horas de carga horária.

Vagas: 100.

Carga Horária 30 horas:

- 15 horas – 05 encontros de formação com 3 horas;

- 15 horas – com atividades complementares de estudo, pesquisa e avaliação (atividades remotas que consistirão em testemunhos, relatos de aplicação prática, tanto na vida escolar, quanto nas mais diversas áreas da vida em sociedade e individual). Para tal, será formado um grupo de WhatsApp com os participantes e definida uma rede social, a fim de enviarem relatos e compartilharem experiências.

Público alvo: educadores, estudantes e interessados no tema.

Da certificação: A certificação de Curso de Extensão Universitária será expedida pela Universidade Federal de Goiás para os participantes inscritos que possuírem Diploma de Formação em Nível Superior. Os demais receberão declaração de participação no evento.

Conteúdos e Cronograma

10/11 - Encontro 1: Paulo Freire, vida e obra.

Muito se fala de Paulo Freire, na atualidade. Tanto para o bem como para difamá-lo. Nessa intervenção, será abordada a linha do tempo do educador pernambucano. Suas influências no campo pessoal, trajetória de vida e, por conseguinte, a elaboração de suas obras. O maior objetivo é a desmistificação do próprio Freire. Ou seja, trazer um Paulo Freire para além das suas principais abordagens pedagógicas, o ser humano, com suas inquietações desde a infância, seus questionamentos, as condições financeiras e familiares que forjaram o educador que conhecemos. Tudo isso, localizando-o no tempo e no espaço, na história do Brasil e no século XX, como pano de fundo.


17/11 - Encontro 2: Introdução ao pensamento de Paulo Freire.

Nesse encontro, as principais obras e linhas de abordagem serão a tônica. Suas principais influências no campo do pensamento, o alcance da sua obra para além da pessoa Paulo Freire. Assim, os envolvidos poderão compreender as relações dos seus escritos com a realidade social injusta. Ainda abordaremos os conceitos e palavras chaves para a compreensão das linhas que norteiam o pensamento do educador, patrono da educação brasileira, e sua aplicação em diversos países.

24/11 - Encontro 3: Paulo Freire e a gestão pública.

A partir da experiência de Paulo Freire, frente à Secretaria de Educação do Município de São Paulo, nos depararemos com a prática institucional de uma política de educação efetivamente aplicada na cidade de São Paulo, durante a gestão da Prefeita da cidade, Luiza Erundina. Neste encontro, poderemos fazer uma avaliação do legado de Freire para a educação da cidade e tudo que foi desmontado ao longo do tempo. Sendo um encontro de caráter avaliativo, mas também propositivo, analisaremos as possibilidades de orientação de políticas públicas para a educação, em uma escala ainda maior e seus efeitos em um país como o Brasil. Também lançaremos o olhar para as manifestações de 2013, que revelaram uma onda conservadora ligada à obediência, civismo e acriticismo, tão combatidos pelo educador, que via na liberdade, na leitura do mundo, na autonomia e na esperança uma verdadeira revolução pela práxis.

01/12- Encontro 4: Análise da História e conjuntura do Brasil.

À luz do pensamento de Paulo Freire, poderemos fazer uma análise das raízes e desdobramentos da desigualdade, autoritarismo, preconceitos, determinismos e toda a historicidade do Brasil, desde a época colonial. Assim, poderemos compreender, não apenas a pavimentação que nos conduziu à atual condição do país, mas também formas concretas de revertermos essa mesma situação. Neste encontro, poderemos também fazer uma projeção sobre a efetiva aplicação do Plano Nacional de Alfabetização proposto por Freire, no ano de 1964, nos dias de hoje. Ainda trataremos da aplicação de ações afirmativas, a partir do primeiro governo Lula e seus reflexos na formação da figura do “oprimido” e os protagonismos presenciados e em ascensão.

08/12 - Encontro 5: A Educação como prática da Liberdade.

Este encontro será para realizar um fechamento das ideias que foram mobilizadas nos encontros anteriores, no sentido de estimular as práticas freireanas e ampliar os olhares sobre a necessidade presente na sociedade de uma educação mais humanizadora, emancipadora e libertária. Neste sentido, serão estimulados os relatos de experiências dos participantes do curso, bem como serão disponibilizados exemplos de ações exitosas relacionadas à educação proposta por Paulo Freire, por meio de relatos de vivências de professores/educadores que serão convidados para estarem presentes. Desta forma, teremos a socialização de práticas educativas concretas realizadas sob a perspectiva freireana.

Transmissão (Youtube - UFG)


link : 1º aula "Paulo Freire, Vida e Obra"

link : 2º aula - Introdução ao pensamento de Paulo Freire.

link : 3º aula - Paulo Freire e a Gestão pública.
link : 4º aula -